top of page

Selos verdes

Hoje em dia, a forma como as pessoas consomem é um reflexo da conscientização sobre a sustentabilidade. Por isso é importante que as empresas mudem a postura com relação ao meio ambiente caso queiram destacar-se mais. Infelizmente, muitas delas só enxergam gastos nas ações ambientais, o que certamente não é verdade.

Imagem ilustrativa

Um grande aliado usado como incentivo para as empresas entrarem nessa onda verde são os selos ecológicos, também conhecidos como certificações sustentáveis. Eles agregam valor ao trabalho e promovem um diferencial competitivo com a imagem dessas empresas no mercado, pois os clientes estão à procura de marcas responsáveis. Esses selos também reduzem os impactos ambientais causados antes, durante e depois das construções.

Imagem ilustrativa

As duas certificações de construção civil mais conhecidas no Brasil são a LEED e a AQUA. A Leed (Lidership in Energy and Environmental Design) é uma das mais importantes e respeitadas no mercado. Ela serve para qualquer tipo de edifício e pode ser usada a qualquer momento da obra. Para dar o certificado Leed de prédio verde, a entidade utiliza como critérios a localização, eficiência no uso da água, otimização do uso de recursos materiais, eficiência energética e qualidade do ar. A Aqua (Alta Qualidade Ambiental) é uma certificação brasileira que, diferente do Leed, avalia o edifício como um todo e não através de pontuações. O projeto precisa passar por um processo que permite o planejamento e o controle de todas as etapas da obra. A avaliação do edifício verifica 14 categorias de preocupação ambiental.


Existe também o conceito de finanças verdes, que apoiam as empresas cuidando das questões ambientais. São empréstimos que ajudam na orientação do planejamento do setor público para uma visão mais ecológica e sustentável.

Imagem ilustrativa

Todos esses estímulos contribuem na construção de cidades ambientalmente eficientes, pois os empreendedores estão percebendo que a consciência verde

é o caminho para o sucesso!


Por Alessandra Marfara e Débora Mansur

Arquitetas à frente da Wabi home.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page