top of page

O que o Fashion Revolution representa para a indústria da moda?

Você já se perguntou “quem fez minhas roupas?"


Somos impulsionados diariamente a consumir mais e mais sem consciência das origens de nossas roupas, e em quais circunstâncias foram produzidas. Sabendo do impacto que a indústria da moda tem, não só ambiental como social, hoje eu vim contar para vocês o que o movimento Fashion Revolution representa e como ele surgiu.


Imagem: Fashion Revolution Berlim

O movimento Fashion Revolution surgiu em 2013, após o conselho global de profissionais da moda se sensibilizar com o desabamento do edifício Rana Plaza, em Bangladesh, o complexo fabril que se localizava em Savar, empregava mais 5.000 pessoas para confeccionar roupas para algumas das maiores marcas e varejistas globais de moda. O acidente causou a morte de 1.135 trabalhadores, que estavam em condições análogas à escravidão.


Imagem Rana Plaza (pinterest)

Após o desabamento do Rana Plaza em 24 de abril de 2013, esta data ficou marcada e hoje é vista como uma oportunidade de conscientizar as pessoas sobre os verdadeiros impactos da indústria da moda, que vão além do ambiental.


Os abusos dos direitos humanos e a degradação ambiental continuam a ser frequentes. Embora um grande número do público tenha se tornado mais consciente desses problemas, muitas pessoas permanecem no escuro, sem saber que suas roupas podem estar contribuindo para a crise climática e a exploração humana.

As ações do Fashion Revolution crescem a cada dia e hoje é o maior movimento de ativismo da moda do mundo, mobilizando cidadãos, marcas e formuladores de políticas por meio de pesquisa, educação e advocacia. O Fashion Revolution se esforça para ser orientada para a ação e focada na solução. Em vez de fazer as pessoas se sentirem culpadas, a comunidade nos ajuda a reconhecer que temos o poder de fazer algo em prol de uma mudança positiva.


Imagem: Athina Kourda (site Fashion Revolution)

Em seu manifesto a Fashion Revolution escreveu: Nós somos a Revolução da Moda. Somos designers, produtores, fabricantes, trabalhadores e consumidores. Somos acadêmicos, escritores, líderes empresariais, marcas, varejistas, sindicatos e formuladores de políticas. Nós somos a indústria e o público. Somos cidadãos do mundo. Somos um movimento e uma comunidade. Nós somos Você.

Nós amamos moda. Mas não queremos que nossas roupas explorem as pessoas ou destruam nosso planeta. Exigimos mudanças radicais e revolucionárias.


Desde o seu surgimento vemos mudanças significativas na indústria da moda, a busca por transparência na moda é um desafio diário, conscientizar e educar as pessoas sobre como suas escolhas podem afetar a vida do outro é um verdadeiro rompimento de barreiras. Celebrando a moda como uma influência positiva, e ao mesmo tempo examinando as práticas da indústria, fomentando o aumento da conscientização sobre os problemas mais prementes da indústria da moda. O objetivo é mostrar que a mudança é possível e incentivar aqueles que estão em uma jornada para criar um futuro mais ético, sustentável e transparente para a moda.


Imagem Fashion Revolution (pinterest)

A Semana Fashion Revolution é um momento de celebração e visibilidade para trabalhadores e empresas do setor, além de entusiastas e amantes da moda, durante todo o mês de abril acontecem eventos, para saber mais acesse o site.


Compartilhe com os amigos.

Até a próxima :)


Por Amanda Souza

@amandajustili


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page