top of page

EMILY IN PARIS é ou não um marco do marketing para a nova geração?

Não é de hoje que a série da Netflix Emily in Paris vem gerando burburinhos.


Cena da segunda temporada de Emily em Paris (Netflix)

Além da personagem Emily Cooper interpretada pela atriz Lily Collins ter um estilo pra lá de único, ela se destaca por ser perspicaz em seu trabalho, cheia de desafios e com um verdadeiro talento para marketing, Emily tem uma sagacidade única para resolver os problemas que lhe aparecem ao longo de sua estadia em Paris.



Cena da segunda temporada de Emily em Paris (Netflix)

Começamos pontuando o estilo único de Emily Cooper (Lily Collins) divertido e autêntico demonstrando muito de sua personalidade, o maximalismo, as candy colors, diferentes texturas e o mix de estampas continuam dominando os figurinos da personagem. As produções ainda mais ousadas e cheias de referências vintage com um toque moderno ganham os olhares dos telespectadores que logo se atentam para suas marcas registradas, os bucket hats, mas são as luvas seu novo acessório favorito.



Cena da segunda temporada de Emily em Paris (Netflix)

Emily Cooper não arrasa só na sua autenticidade com os looks como também em sua carreira, rainha das estratégias mais mirabolantes e com uma entrega admirável, a personagem se destaca pela sua criatividade no ramo do marketing.


Separei 3 dicas infalíveis para vocês colocarem em prática.

Branding

Ter uma marca estruturada com missão, visão e valores é um fator fundamental para guiar e planejar ações. Além de contatos estratégicos que criem parcerias entre marcas e gerem oportunidades de negócios.


Público

Criar e comunicar pensando no público como gostos, crenças, hábitos, cultura e opiniões. Além disso, a experiência cria memórias afetivas.


Seguidores não definem sucesso

Ter e manter um público engajado entregando conteúdos de qualidade vai muito além de números de seguidores. A criatividade é a chave do sucesso.



Cena da segunda temporada de Emily em Paris (Netflix)

Um ponto negativo é a banalização do marketing viral como algo fácil. Na rotina profissional não é bem como se mostra na série, onde Emily posta, muitas vezes, sem pensar direito e praticamente tudo viraliza. No dia a dia são inúmeras tentativas e muitas horas de estudo para conseguir uma publicação viral de sucesso.


Gostou?

Compartilhe com os amigos.

@wabi.resale


Por Amanda Cristina

@amandajustili

46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page