top of page

Carnaval e sustentabilidade

Atualizado: 8 de mar. de 2022

Pegando carona no feriado do carnaval, que é a festa popular mais comemorada no Brasil, vamos falar da sustentabilidade que, antes da pandemia, estava crescendo entre os foliões e escolas de samba.


Pinterest/divulgação

Várias delas já escolheram esse tema para fazer parte dos desfiles como foi o caso da Escola Unidos da Tijuca, que em 2014 se destacava por fazer o carnaval com 25% de materiais reciclados de outros desfiles. Usaram garrafas pet, bambu, pano velho, resto de tecidos, plumas reaproveitadas que foram transformadas em festa e em arte!


Pinterest/Divulgação

O famoso Galo da Madrugada, que dá início ao carnaval em Recife, saiu às ruas em 2020 com 28 metros de altura e pesando sete toneladas. Criado pelo artista plástico Leopoldo Nóbrega contou com o reaproveitamento de materiais reciclados, iluminação e efeitos digitais. A alegoria foi produzida com 70% de material reciclado, incluindo cerca de mil discos de vinil que eram resíduos da indústria fonográfica de Pernambuco.


Mas se você está pensando que a sustentabilidade no carnaval pode ser aplicada apenas nas grandes escolas de samba está muito enganado. Temos várias dicas para pular o carnaval sem esquecer da saúde do planeta.


Pinterest/Divulgação

Prefira bebidas em latinhas do que as garrafas em vidro e plástico, pois assim estamos fortalecendo o trabalho dos catadores. Tentar criar as próprias fantasias e usar materiais recicláveis ou reutilizados também é uma boa opção! Já tem foliões que fazem o próprio confete e usam o biogliter para não prejudicar os rios e mares.


Pinterest/Divulgação

Jogar o lixo nos locais apropriados, recusar brindes e respeitar o trabalho dos catadores são um pequeno passo que a cidade e toda a população agradecem. Vamos aproveitar essa alegria toda do carnaval para exercer mais a simpatia e gentileza com o meio ambiente.


Por Alessandra Marfara e Débora Mansur

Arquitetas à frente da Wabi home.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page