top of page

Arquitetura verde.

A preocupação em minimizar os efeitos que as construções causam ao meio ambiente fez surgir uma nova prática que chamamos de Arquitetura Verde. O cuidado em procurar formas mais sustentáveis para construir é uma maneira de conceber o projeto arquitetônico de modo inteligente, melhorando as condições de vida e respeitando o entorno natural.


(Pinterest)

Para o projeto arquitetônico ser considerado verde algumas características devem ser respeitadas.

Nesse texto vamos dar exemplos de alguns critérios a serem seguidos.


A otimização do posicionamento da obra no terreno é um deles. Garantir que haja o máximo possível de aproveitamento dos recursos naturais como luz solar e vento. O sol aquece e ilumina o ambiente por isso devemos pensar nas melhores posições, tamanho e transparência das janelas. As entradas e saídas de ar possibilitam refrescar e ventilar todo o ambiente.


(Pinterest)

É muito importante a redução do consumo de energia elétrica, durante e depois da obra, utilizando fontes alternativas como os painéis fotovoltaicos e os coletores solares. Ambos usam a energia solar, mas no primeiro caso são transformados em energia elétrica e no segundo são usados para aquecer a água.


Pensar em reaproveitar a água é fundamental! O projeto deve contar com sistemas hidráulicos voltados à economia de água. Ela pode ser captada através das calhas das construções e armazenada para depois serem utilizadas na lavagem de calçadas, descarga do banheiro e irrigação de plantas.


Os telhados verdes são os queridinhos dos amantes da natureza. Isso porque a laje atua como um jardim e faz também o papel do isolamento térmico e acústico, ajuda a filtrar a água da chuva, colabora para melhorar o ar em torno da edificação e cria um miniecossistema.


(Pinterest)

Um paisagismo com vegetação nativa é outra ideia inclusive! Áreas verdes refresca e filtram o ar além de reduzir alagamentos, pois a água é absorvida pelas áreas permeáveis.


Na arquitetura de interiores, decoração e design, as questões sustentáveis aparecem, por exemplo, quando levamos em consideração os materiais escolhidos, sua origem e durabilidade. Até as cores precisam ser pensadas para manter uma boa climatização. Reaproveitar elementos existentes em uma reforma também é sustentável além de ser um gesto para manter a história do local.


(Pinterest)

A arquitetura verde é uma oportunidade para fazer a diferença na eficiência da construção e no meio urbano.

É uma tendência com muito potencial, tanto para o meio ambiente, quanto para os futuros moradores que acabam contribuindo com o impacto social.


Por Alessandra Marfara e Débora Mansur

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page